Conheça a Reformulação do XXI Governo Constitucional

17.10.2018

Os novos ministros do XXI Governo Constitucional são Pedro Siza Vieira (Ministro da Economia), João Gomes Cravinho (Ministro da Defesa Nacional), Marta Temido (Ministra de Saúde) e Graça Fonseca (Ministra da Cultura).

 

 

 

Novo Ministro da Economia, Pedro Siza Vieirapedro-siza-vieira.jpg

Pedro Gramaxo de Carvalho Siza Vieira licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.Como académico foi monitor e assistente na FDL e professor convidado da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, bem como da Universidade Nova. Homem da confiança do Primeiro Ministro, Siza Vieira acumulará o cargo de Ministro Adjunto do PM com o de Ministro da Economia. Assim como Diogo Lacerda Machado e  Eduardo Cabrita, Pedro Siza Vieira foi colega de António Costa na Faculdade de Direito de Lisboa e é  descrito como um dos seus conselheiros. No seu percurso como advogado passou pela Morais Leitão, J. Galvão Teles e Associados como sócio e, posteriormente, pela Linklaters LLP, onde ocupou a função de Managing Partner. Rejeitou integrar a Energia no seu Ministério, que passará para o Ministério da Agricultura e Ambiente.

 

 

Nova Ministra da Saúde, João Cravinho 26389514737-ede68291f7-b.jpg

Doutorado em Ciência Política pela Universidade de Oxford e com um mestrado e licenciatura concluídos no London School of Economics, João Gomes Cravinho é embaixador da União Europeia no Brasil desde agosto de 2015, cargo que também desempenhou na Índia, entre 2011 e 2015. Entre março de 2005 e junho de 2011, João Gomes Cravinho foi Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, nos XVII e XVIII governos constitucionais liderados por José Sócrates. Foi também Secretário de Estado da Defesa durante a tutela do ministro Luís Amado, no executivo de José Sócrates. João Gomes Cravinho herda um Ministério da Defesa dividido e massacrado por vários casos mediáticos. Liderará uma área de soberania fundamental do Estado.

 

 

 

 

Nova Ministra da Saúde, Marta Temidomarta-temido.jpg

Marta Temido de Almeida Simões nasceu em Coimbra, em 1974, é doutorada em Saúde Internacional pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa e concluiu um mestrado em Gestão e Economia da Saúde, na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da mesma Universidade. Ocupou o cargo de subdiretora do Instituto de Higiene e Medicina Tropical. Marta Temido foi Presidente do Conselho Diretivo da Associação dos Administradores Hospitalares e da Administração Central do Sistema de Saúde e Presidente não Executiva do Conselho de Administração do Hospital da Cruz Vermelha.

 

 

Nova Ministra da Cultura, Graça Fonseca1.jpg

Doutorada em Sociologia pelo ISCTE, Graça Fonseca é licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e concluiu um mestrado em Sociologia, na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Graça Fonseca foi Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, entre 1996 e 2000, e vereadora na Câmara Municipal de Lisboa onde foi responsável por diversos pelouros, nomeadamente, Economia, Inovação, e Educação e Reforma Administrativa, entre 2009 e 2015. A atual secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, é conselheira do Primeiro Ministro e tem percorrido um percurso político ascendente neste Governo.

 

 

Dez Novos Secretários de Estado

A 17 de Outubro de 2018 também dez novos Secretários de Estado tomaram posse.

João Jorge Arede Correia Neves (Secretário de Estado da Economia), Luís Filipe Loureiro Goes Pinheiro (Secretário de Estado da Administração Interna)João Veloso da Silva Torres (Secretário de Estado da Defesa do Consumidor), Ana Isabel dos Santos Figueiredo Pinto, (Secretária de Estado da Defesa), João Paulo Marçal Lopes Catarino (Secretário de Estado da Valorização do Interior), João Alberto Sobrinho Teixeira (Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), Raquel de Almeida Ferreira Duarte Bessa de Melo (Secretária de Estado da Saúde), Francisco Ventura Ramos (Secretário de Estado Adjunto da Saúde), Ângela Carvalho Ferreira (Secretária de Estado da Cultura) e por fim, João Galamba (Secretário de Estado da Energia).

 

consumidor.jpg

João Correia Neves é licenciado em Economia e Mestre em Administração e Políticas Públicas, pelo ISCTE. Foi chefe de gabinete do Ministro da Economia e da Inovação do primeir

o governo de José Sócrates, e é membro do conselho diretivo do IAPMEI desde janeiro de 2007.

João Veloso da Silva Torres é mestre em Engenharia Civil e deputado do PS, eleito pelo Porto, desde  2015. Desempenhou as funções de Secretário-Geral da Juventude Socialista entre 2012 e 2016.

 

 

ana-isabel-pinto.jpgProfessora auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova, Ana Figueiredo Pinto é doutorada em Relações Internacionais e especialista em geopolítica do Médio Oriente, segurança internacional e política externa da União Europeia. Iniciou a sua carreira como jornalista e é, atualmente, investigadora do Instituto de Defesa Nacional.

 

valorizacao-do-interior.jpgJoão Paulo Marçal Lopes Catarino ocupou, até à data, o lugar de Coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior. Licenciado em Engenharia Agronómica, João Paulo Catarino foi adjunto do Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas, no Governo de José Sócrates.

 

 

 

ciencia.jpg

João Alberto Sobrinho Teixeira deixa a Presidência do Instituto Politécnico de Bragança para integrar o Governo de António Costa. Com uma licenciatura em Engenharia Química, João Alberto Sobrinho Teixeira foi ainda Presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos - CCISP (órgão de coordenação dos 15 politécnicos portugueses).

 

 

 

 

raquel-bessa-melo.jpg

Raquel de Almeida Ferreira Duarte Bessa de Melo foi, até agora, responsável pelo Programa Nacional para a Tuberculose da Direção Geral da Saúde. A nova Secretária de Estado da Saúde é médica e graduada em Pneumologia pelo Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

 

 

francisco-ramos.jpg

Esta será a quinta vez que Francisco Ramos integra um Governo socialista. Ocupou a Secretaria de Estado da Saúde em dois governos de António Guterres (entre 1997 e 2002) e ainda nos dois executivos liderados por José Sócrates, (entre 2005 e 2009). Licenciou-se em Economia, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, em 1978, tendo, posteriormente, obtido o diploma em Administração Hospitalar. Entre 1981 e 2012 (e enquanto não estava no Governo, foi Presidente do Conselho de Administração do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil Martins.

 

 

 

 

 

 

 

Ângela Carvalho Ferreira desempenhou até à data as funções de Chefe de Gabinete da Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa. É pós-graduada em Direito das Autarquias Locais. Grande parte da sua carreira foi desenvolvida na Câmara Municipal de Lisboa.

 

 

joao-galamba.jpgJoão Galamba deixa o Parlamento, como deputado, para ocupar o cargo da pasta que transitou do Ministério da Economia para o Ministério da Agricultura.

Nascido em 1976, João Galamba ainda desempenhou funções no setor privado, nomeadamente, no Banco Santander e, posteriormente, numa consultora.

Entrou no Partido Socialista pela mão de José Sócrates e tem ocupado bastante espaço mediático não só como porta-voz do PS - função de deixou há pouco tempo - mas ainda como comentador politico.

É muito ativo nas redes sociais.

 

Consulte a versão desta notícia em versão pdf, download aqui:

Wisdom Political Insight, 17 de Outubro de 2018

 

Equipa Wisdom

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, actualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.